26 de outubro de 2015

Sr. Daniels

26 de outubro de 2015

Resenha Sr. Daniels





Título: Sr. Daniels
Título Original: Loving Mr. Daniels
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Galera Record
N° de Páginas: 310



Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashley Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood - Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. 
Na estação de trem, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparaveis. 
Ao sentir-se esperançosa quanto à sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. 
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois conhecidos na escola. E como se isso já nao fosse dificil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.





 Capa original do livro - Que eu sinceramente acho mais bonita que a nossa.




Inicialmente, nossa protagonista Ashlyn está totalmente perdida, afinal, quando se perde um ente querido, como não se sentir perdido, desamparado, sozinho? Ela se sente exatamente assim, mas não por muito tempo.
Logo após a morte da irmã, Gabby, é mandada pela mãe para a casa de seu pai, o qual nunca foi presente na vida das filhas - e  claro que ela não iria achar isso uma das melhores idéias de sua mãe... Quando mais precisava dos dois, ambos a ambandonaram. Primeiro o pai, anos atrás, agora a mãe, depois da morte da filha. Ashlyn acredita que isso acontece porque sua mãe não suportaria viver dia após dia vendo-a, a dor seria forte demais? Provavelmente.
Então ela parte para a cidade do pai. Na estação de trem, ela conhece um rapaz de belos e brilhantes olhos azuis, percebe logo que tem muito em comum com ele. E não o tira da cabeça.
Já na casa do pai, os dias nunca parecem melhores que os anteriores, seu pai não sabe como se relacionar com ela e a madrasta tenta ser um modelo da perfeição. Mas ao contrário do que ela pensava, seus dois novos irmãos se revelam mais do que tudo, grandes companheiros e amigos, é aí que ela desenvolve uma ótima relação com eles, buscando entendê-los e ajudá-los dia após dia.
Apesar de tudo, nada que acontece consegue tirar o rapaz dos olhos azuis de seu pensamento, parece estar marcado como brasa na sua memória. Logo, ela vai ao lugar onde sabe que ele vai estar, e a atração se torna mais forte, palpável - essa cena é uma das minhas três preferidas do livro. - Eles tem muito em comum, além de Shakes, ou a música, tem a dor de perdas enormes em suas vidas. E isso o aproxima dela, pois ele vê e sente a dor dela - nos olhos e de outras diferentes formas.
Mas quando o encontra na escola e descobre que ele é seu professor de inglês avançado, ela se perde mais uma vez. Ambos não sabem como lidar com a situação de ter um ao outro por perto e não poder se tocar ou dar continuidade ao "relacionamento" criado entre eles até então. É quando ela tem mais um problema para se preocupar, dividindo seu tempo entre aprender a lidar com os sentimentos por Daniel Daniels e encontrar uma maneira de superar a ausência da amada irmã.

Quando comecei a ler Sr. Daniels, já imaginava o que o livro me reservava, mas foi mais do que eu esperava. Mesmo que  eu tivesse esperado por mil e uma coisas que acontecem ali, muitas das que aparecem, eu nunca imaginaria que aconteceria. Diversos sentimentos passaram por meu coração durante toda a leitura do livro e isso foi maravilhoso, eu adoro quando o livro me trás diversos sentimentos juntos e separados e me dão a oportunidade de aprender algo novo.
Esse livro é ainda mais bonito para nós que, perdemos alguém muito importante para nós e que talvez não tenhamos percebido, mas que ainda não superamos a perda, ou seja, choramos litros!  Mas aprendemos muita coisa e embalados pela história de amor de Ashlyn e Daniel.

O livro é narrado em primeira pessoa, sobre o ponto de vista de Ashlyn e de Daniel, e deixa claro a cada pensamento e ação de cada um, que eles se amam e sempre foram feitos um para o outro. Sempre.
Eles se pertecem sem reservas, sem medidas, entretanto, com diversos segredos e medos que rondam suas vidas e memórias.

É claro que temos muitas cenas de drama, amor, carinho, ódio, etc... Em Sr. Daniels todos sentimentos são abordados com maestria e deixando cada momento do livro único e inesquecível.

Em relação às gemeas, Brittainy deixa claro que eram muito ligadas e que mesmo após a morte de Gabby, Ashlyn faz de tudo para que não perca esse vinculo com a irmã e honre sua memória, além de fazer coisas que a irmã pede que ela faça, a famosa listinha de coisas para fazer antes de morrer.
No livro a autora também aborda a dificuldade de se assumir gay  e como o medo da rejeição as vezes fala mais alto que os sentimentos e vontade de ser feliz.

O amor entre Daniel e Ashlyn é tão lindo, forte, imenso, eterno, único, maravilhoso que se torna impossível não querermos que os dois acabem dando certo no final. Mas o caminho é longo e árduo e o destino trás diversos contratempos e surpresas para todos, no livro e na história dos dois não é diferente.

Sobre Daniel e seus problemas, é quase tão doloroso quanto os de Ashlyn.
Ele perdeu mãe, depois pai e tem de lidar com seu irmão problemático e que só trás problemas e dor às pessoas.
Daniel me surpreendeu pelo fato de ser tão sensível, delicado, amoroso e mesmo assim, ainda ser tão masculino! Só Brittainy para conseguir tamanha façanha.



Não houve apenas um momento em toda a leitura que eu achasse que o livro tinha um problema, ou a história um erro, um buraco, está extremamente bem construída e maravilhosa.
Indico a leitura, é realmente excepcional e entra na minha lista dos livros que se deve ler antes de morrer.

E falando de Brittainy, a última notividade é que a Galera Record acabou de comprar os direitos de mais um livro da autora - o que é maravilhoso pois estou ansiosa para ler mais algo dela - o livro  é "The air he breathes".


 Capa original de "The air he breathes".

 Aguardemos por essa história que promete tanto quanto Sr. Daniels. A autora também já adiantou que o personagem principal desta vez será totalmente o oposto de Daniel. Uau! Não perdemos por esperar.
Que a Galera Record o lance logo!


Ah e só mais um detalhe que tenho que compartilhar com vocês, a autora Brittainy é extremamente fofa e educada. Conheci ela e o livro no Mochilão da Record em São Paulo, deste ano, e com certeza só pelo fato dela ser uma pessoa tão humilde, já pretendo ler todos os livros de sua autoria.



A gente só entende o autógrafo dela depois de ler o livro! E com certeza é muito profundo! Tanto quanto a história.


É isso, espero que tenham gostado e que leiam Sr. Daniels.

Beijos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário