1 de novembro de 2014

Entrevista com Josy Stoque

1 de novembro de 2014

Entrevista Josy Stoque

Hello guys!!! Oi gente rs, tudo bem? Advinhem! 
Hoje estou aqui para dividir com vocês a mega entrevista que fiz com Josy Stoque (Autora Indie), sobre a carreira e opiniões dela. Ela foi super atenciosa (como sempre) e respondeu-me muito rapidamente. Mas sem mais delongas vamos para as perguntas e respostas, que é o que interessa. :)



Qual foi o primeiro livro que você leu? Atualmente quais são seus autores (as) preferidos?


JOSY: Poxa, não me lembro! Kkkkkkkkkkkkk Meus primeiros livros foram religiosos e da escola, tipo, a série Vagalume, não sei ainda dão esses livros para crianças, acho que sim rsrs Mas o primeiro livro que marcou minha infância foi a série dos Karas, do Pedro Bandeira. Gostei tanto que li todos os volumes e eu lia em voz alta para minha irmã caçula. A gente se divertia muito com as aventuras daquele grupinho. Atualmente, continuo com meus autores preferidos de sempre: Sidney Sheldon (amor eterno <3), Agatha Christie, Dan Brown, Stephanie Meyer (apesar que ela não escreveu mais nada, aquela chata! Hehehe) Jane Austen, Shakespeare, J.R. Tolkien, C.S. Lewis, Machado de Assis, José de Alencar (deu para ver que amo clássicos, não é?)... Bem, acho que são os que jamais esquecerei, porém gosto muitos outros, como autores contemporâneos nacionais: Vanessa Bosso, Gisele Galindo, Marcelo Paschoalin, Danilo Barbosa, Carina Rissi, Roxane Norris, Samanta Holtz, Mila Wander, e vou parar antes que fique muito longo!




Quando descobriu seu talento para escrita? Quando foi o momento que você disse: "essa sou eu, eu quero e vou seguir este sonho" ?


JOSY: Escrevo desde que aprendi as letras. Comecei com poemas, depois brinquei de escrever um livro com uma amiga, mas só percebi que precisava de mais do que isso depois que percebi que minha carreira como publicitária não me bastava para me fazer feliz. Então resolvi me profissionalizar, li um livro sobre como criar histórias de sucesso e criei a saga Os Qu4tro Elementos. Desde então, não parei mais de contar histórias.




 Qual é a mensagem que você mais procura passar para seus leitores?


JOSY: Determinação, fé, esperança, amor e perdão. Ninguém é perfeito, mas a gente precisa tentar acertar e aprender com os erros, crescer.




Quanto tempo demorou para escrever os livros: Puro Êxtase, Puro Êxtase a 2, Marcada a Fogo e Filho da Terra? Qual deles foi o mais difícil de escrever? Por que?




JOSY: Dos quatro, Puro Êxtase a 2 foi o mais fácil e rápido, escrevi em dois meses apenas. Deixei os personagens contarem a história deles como queriam, voltei a escrever à mão, e simplesmente fluiu feito água. Marcada a Fogo e Filho da Terra, demorei respectivamente três e cinco meses. Por serem meus primeiros livros, tive muitas pausas, inseguranças, incertezas, acredito que ainda tenha sido rápido demais e, por isso, cometi alguns erros que estou corrigindo na nova edição, mas no geral, fiquei satisfeita. Puro Êxtase foi o mais difícil dos quatro: seis meses de trabalho árduo. Por ser o primeiro livro que tinha muito mais de mim mesma, e eu estava em uma fase meio perdida e recomeçando, assim como a personagem, eu escrevi com muitas pausas, noites em claro, desespero total! Assim como eu estava sem rumo, não sabia que final dar para a personagem. Foi difícil! Costumo dizer que foi literalmente um parto! Kkkkkkkkkkkk E quando ela aprende a maior lição de sua vida, no final, pode ter certeza, de que aprendi um pouco antes do que ela e, enfim, consegui dar um final perfeito à esta fase da protagonista.




 Como conheceu Gisele Galindo, sua parceira do livro "Insensatez"  ? Quando você decidiu escrevê-lo ? Foi uma idéia originalmente sua ou da Gisele?


JOSY: Conheci a Gisele quando ingressei no mercado editorial, em 2011. Ela também estava começando, apesar de estar tentando publicar a mais tempo do que eu. Ela é autora de uma série fantástica, como eu, Destino Íntimo. Ficamos tão amigas que nos falamos todo dia pelo chat (não moramos na mesma cidade). Em uma dessas conversas, trocamos ideias sobre leitoras que nos pediram para escrever uma trama realista, um romance sem fantasia. Começamos a discutir as possibilidades, me lembro bem, era uma segunda de manhã, dia 19 de março de 2012. Nessa conversa surgiu a ideia de Insensatez, um romance hot com um final surpreendente. O Marco me escolheu para contar a versão dele da história e a Gisele ficou com a Isa. À noite escrevi o prólogo e o primeiro capítulo, enviando trechos para ela ler pelo chat. Foi legal! Único! Aí, ela se despediu e no dia seguinte me mandou o capítulo 2 pela visão da Isadora. E assim a gente foi, escrevendo sem pausa. Foi uma insensatez! Kkkkkk Demoramos só três semanas para concluir! Estava tão exausta ao final, tão emocionada também, com a intensidade das emoções destes dois, que precisei dormir profundamente, antes de verdadeiramente comemorar com ela hahahahaha Terminamos de escrever dia 13 de abril de 2012. Os fãs aguardaram ansiosamente o lançamento, que só conseguimos realizar de maneira independente em maio de 2013, pela Amazon em formato digital e físico durante a Bienal do Rio. Foi um sucesso tremendo! Amo muito meus leitores insensatos! <3




 Você escreveria algum livro com um autor iniciante?


JOSY:  Não mais, infelizmente as ideias se acumulam em minha mente e decidi parar de fazer essas aventuras doidas! Eu até comecei um novo trabalho com a Gisele e outra autora iniciante, que não tem nada publicado ainda, com o intuito de ajudá-la a seguir até o final de um livro, mas precisei parar porque estava sem tempo para escrever Puro Êxtase e o lançamento estava se aproximando. Agora mesmo estou terminando de escrever a trilogia erótica (era para ser só um livro, mas a história cresceu e se tornou 3!) e já tenho algumas ideias guardadas me esperando ansiosamente.



                       Por que você optou pela produção independente ao invés de editorial?

JOSY:  Entrei no mercado através de uma editora por demanda (onde se paga para ser publicado) e devido às dificuldades e ao alto custo, também com a chegada da Amazon ao Brasil e a facilidade de sua plataforma de autopublicação, achei que valia mais a pena ser independente. Agradeço muito à editora Literata pela oportunidade, foi ótimo para conhecer melhor o mercado e escolher as melhores opções para mim. E, devido ao teste feito com Insensatez (porque a gente autopublicou e foi um sucesso!), achei que seria melhor prosseguir nisso. É difícil, tem muitos obstáculos e eu sou minha própria editora, não tenho apoio nenhum, e o trabalho me toma muito tempo! Mas como estou focada, até larguei o emprego como publicitária para cuidar da minha carreira direito, estou cada dia mais aprendendo, me profissionalizando e ganhando parceiros formidáveis para me auxiliar na divulgação.



Você acha que a capa influência na hora da compra de um livro? Ela tem que ser uma imagem que diga algo sobre o conteúdo da obra ou não necessariamente?

JOSY: Influencia completamente, principalmente no digital. É o chamariz em uma livraria. É o primeiro contato do leitor com a obra. Primeiro a capa, depois a sinopse instigante e por fim uma narrativa que prenda e emocione. Acho que a capa precisa ter elementos que liguem à história.



Qual dica você da para os autores iniciantes? O que não pode faltar na escrita e nos livros deles?

JOSY: Leia muito, estude muito, aprenda, insista, teste-se e desafie-se, descubra qual é seu estilo e seu gênero, foque em narrativas boas, envolventes e tenha um português impecável. Pague uma revisão profissional e tenha ao menos 1, mas bom, beta-reader. Não tenha pressa de lançar, as chances de cometer erros são maiores. Seja autocrítico e reescreva sem medo. Conheça o mercado bem antes de entrar nele, escolhendo a melhor opção para você. Uma boa história, sem uma excelente narrativa, não vai encantar os leitores. Procure se aperfeiçoar sempre.


Deixe um recado para os leitores do blog.

JOSY: Não sei se vocês já me conheciam ou minhas obras, mas este é um convite para apreciar meus escritos. Já escrevi bastante coisa, mas me encontrei no gênero erótico. Eu te convido a entrar em meu mundo inovador, cheio de emoções extremas e se auto-descobrir nesta leitura. Questione-se, a vida é uma mutação constante, e todos estamos aqui para aprender. Meus textos tem uma pegada realista, mesmo quando escrevo fantasia, escolha a história que tem mais a ver com você e divirta-se. Obrigada por me deixar entrar em sua casa e na sua vida através de meus livros. Um beijo a todos.





Viram que máximo? Vocês já conhecem os livros da Josy? São um máximo. Clique aqui para ver.
E juntamente com esta entrevista venho comunicar a vocês que estamos abrindo um SORTEIO agora valendo o livro:  Puro Êxtase.
Basta clicar aqui e seguir a regrinha que é super fácil.
O resultado sai dia 10/12/2014 . Então corram para participar.


Aguardo vocês!!!

----*Teh----




Um comentário:

  1. Reli e amei a entrevista! Obrigada! Bia sorte a todos no sorteio. Beijos

    ResponderExcluir